Ondas Estacionárias e Cordas Sonoras

1) (UEL-PR) O fenômeno sem o qual não ocorrem ondas estacionárias é:

a) reflexão;
b) interferência;
c) refração;
d) difusão;
e) difração.

2) (PUC-SP) As ondas estacionárias numa corda vibrante resultam de fenômenos de:

a) difração e interferência;
b) reflexão e refração;
c) difração e reflexão
d) reflexão e interferência;
e) dispersão e reflexão.

3) (UFMG) As seis cordas de um violão têm espessuras diferentes e emitem sons que são percebidos pelo ouvido de forma diferente. No entanto, com boa aproximação, pode-se afirmar que todas elas emitem ondas sonoras que, no ar, têm:

a) a mesma altura;
b) a mesma frequência;
c) a mesma intensidade;
d) a mesma velocidade;
e) o mesmo comprimento de onda.

4) (UFMG) Ao tocar um violão, um músico produz ondas nas cordas desse instrumento. Em consequência, são produzidas ondas sonoras que se propagam no ar. Comparando-se uma onda produzida em uma das cordas de um violão com a onda sonora correspondente, é correto afirmar que as duas têm:

a) a mesma amplitude;
b) a mesma frequência;
c) a mesma velocidade de propagação;
d) o mesmo comprimento de onda;
e) a mesma forma de vibração.

5) (EEISJC-SP) Ondas estacionárias foram produzidas em uma corda fixa nas extremidades, obtendo-se o resultado esquematizado na figura:


O comprimento e onda vale:

a) 0,5 m
b) 0,7 m
c) 1,0 m
d) 1,5 m
e) 2,0 m

6) (UCSAL-BA) Uma onda estacionária é produzida numa corda fixa nas duas extremidades, como na figura:


O comprimento de onda, expresso em função de L, é:

a) L/3
b) L/2
c) 2L/3
d) L
e) 3L/2

7) (Med. Pouso Alegre-MG) A figura mostra ondas estacionárias produzidas numa corda que tem extremidade fixa e outra extremidade presa a um vibrador elétrico de frequência f = 50 Hz. Podemos dizer que a velocidade de propagação das ondas nessa corda, em m/s, é de:


a) 10
b) 20
c) 40
d) 60
e) 80

8) (UNIMAR-SP) Uma corda de comprimento 2,5 m e densidade linear 10-7 kg/m tem suas extremidades fixas e emite som fundamental quando submetida à tração de 10 N. A freqência desse som fundamental é:

a) 100 Hz
b) 200 Hz
c) 400 Hz
d) 1000 Hz
e) 2000 Hz

9) (CESGRANRIO-RJ) Ao tanger uma corda de violão, duas ondas são estabelecidas. Uma é uma onda transversal e estacionária na própria corda. E a outra é a onda sonora, longitudinal e progressiva, que chega até nossos ouvidos. Sejam as velocidades de propagação dessas duas ondas, respectivamente, vcorda e vsom, e seus correspondentes comprimentos de onda, corda e som. Pode-se sempre afirmar que:

a) λcorda = λsom
b) λcorda . vcorda = λsom . vsom
c) λcorda / vcorda = λsom / vsom
d) λcorda . v2corda  = λsom . v2som
e) λcorda / v2corda = λsom / v2som  

 
10) (UFJF-MG) Uma corda (de aço) de piano tem comprimento de 1,0 m. Sua tensão é ajustada até que a velocidade das ondas transversais seja de 500 m/s. Qual a frequência fundamental dessa corda?

a) 250 Hz
b) 500 Hz
c) 50 Hz
d) 25 Hz
e) 5 Hz

11) (PUC-PR) Uma corda de instrumento musical, de 40 cm de comprimento, entra em ressonância no fundamental com uma frequência de 270 Hz. Qual a tensão na corda, se 1 m dela tem 0,90 g?

a) 52,03 N
b) 60,00 N
c) 45,73 N
d) 41,99 N
e) 36,80 N

12) (FUVEST-SP) Considere uma corda de violão com 50 cm de comprimento, que está afinada para vibrar com uma frequência fundamental de 500 Hz.

a) Qual a velocidade de propagação da onda nessa corda?
b) Se o comprimento da corda for reduzido à metade, qual a nova frequência do som emitido?

13) (UFMG) Uma corda esticada produz um som de frequência fundamental 1000 Hz. Para que a mesma corda produza um som de frequência fundamental 2000 Hz, a tensão da corda deve ser:

a) quadruplicada;
b) dobrada;
c) multiplicada por \sqrt{2};
d) reduzida à metade;
e) reduzida a um quarto.

14) (FEI-SP) Uma corda com 2 m de comprimento é tracionada de ambos os lados. Quando ela é excitada por uma fonte de 60 Hz observa-se uma onda estacionária com 6 nós. Nesse caso, qual é a velocidade de propagação da onda na corda?

a) 60 m/s
b) 100 m/s
c) 120 m/s
d) 48 m/s
e) 50 m/s

15) (UFCE) Uma corda de 30 cm de comprimento está fixa em suas extremidades, conforme a figura abaixo. Calcule, em cm, o comprimento de onda do terceiro modo de vibração dessa corda.


16) (UFU-MG) Uma corda de comprimento l = 2,0 m tem as duas extremidades fixas. Procura-se estabelecer um sistema de ondas estacionárias com frequência igual a 120 Hz, obtendo-se o terceiro harmônico. Determinar:

a) o comprimento de onda;
b) a velocidade de propagação;
c) a distãncia entre um nó e um ventre consecutivo.

17) (UFPR) Uma onda estacionária, de frequência igual a 24 Hz, é estabelecida sobre uma corda vibrante fixa nos extremos. Sabendo que a frequência imediatamente superior a essa, que pode ser estabelecida na mesma corda, é de 30 Hz, qual é a frequência fundamental da onda?

18) (PUC-MG) Uma corda, de massa 500 g e comprimento 4,0 m, está sob tensão de 50 N e presa a um oscilador harmônico simples de frequência 10 Hz. Se o oscilador for colocado para funcionar, é incorreto afirmar:

a) A corda oscilará, dividida em cinco segmentos iguais
b) Uma onda estacionária se formará na corda
c) O comprimento de onda estabelecido mede 2,0 m
d) A velocidade de propagação dos pulsos nessa corda é igual a 20 m/s
e) Formam-se na corda quatro ventres e cinco nós  






































Gabarito:

1) b
2) d
3) d
4) b
5) c
6) c
7) c
8) e
9) c
10) a
11) d
12) a) 500 m/s
b) 1000 Hz
13) a
14) d
15) 20 cm
16) a) 1,33 m
b) 160 m/s
c) 0,33 m
17) 6 Hz
18) a

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios